Salário: Saiba como negociá-lo e ficar feliz com os valores!

20 de setembro de 2019 às 15:49Artigos

Saber negociar o salário é muito importante, já que muitas pessoas não se sentem felizes com os valores que recebem. Segundo uma pesquisa realizada pelo Instituto Locomotiva, no ano de 2017, cinco em cada dez pessoas estão insatisfeitas com o salário.

No entanto, mesmo com a insatisfação com o próprio dinheiro, as pessoas não vão atrás de seus chefes para falar sobre o assunto. O mesmo estudo mostrou que apenas três de dez pessoas procuram seus superiores para discutir maneiras de alcançar uma nova remuneração.

Um dos principais motivos, se não o principal, é o medo da conversa. Para conseguir um salário melhor é preciso sentar e discutir com o seu chefe maneiras de encontrar uma solução boa para os dois lados. Contudo, o rótulo que uma conversa dessas leva influencia muito no receio das pessoas de sentarem com seus chefes para pautar o assunto. A questão é que consideramos que para receber um aumento a empresa estará perdendo.

Porém, a negociação é como um quebra-cabeça, em que as peças se encaixam, mas é preciso chegar a um consenso sobre o assunto.

Poucas pessoas se sentem à vontade para negociar o salário

É mais do que normal se sentir desconfortável para chegar e pedir para negociar o salário. Muitas pesquisas mostram que as pessoas associam isso a ganância e se preocupam sobre como serão vistas no trabalho. Porém, o medo não deveria impedir alguém de ir em busca de uma melhora na vida. É natural sentir receio de colocar em risco o emprego ou até mesmo a relação com o chefe e é por isso que é necessário entender como essas negociações devem funcionar.

Se preparar é a alma do negócio. Muitos esbarram na falta de visão sobre o processo e deixam uma ótima oportunidade de receber melhor escapar por entre os dedos, simplesmente porque não se preparam para ter uma conversa dessas com o chefe.

Para ter um salário melhor, a pesquisa de mercado é fundamental

É preciso ter conhecimento sobre o mercado para que você possa ter uma comunicação franca com o seu chefe. Você precisa saber qual é a média salarial do cargo e apresentar as contribuições da empresa nos últimos anos. Só assim, haverá uma conversa em que será possível apontar argumentos válidos e que estejam acompanhados de números.

Contudo, é preciso ter bom senso e saber que o seu aumento é realmente merecido pela contribuição feita. Analisar a sua trajetória é um bom ponto de partida para você saber se terá o seu pedido atendido.

Além disso, não adianta apresentar uma proposta que seja vantajosa apenas para o seu lado, porque não será dessa maneira que você conseguirá convencer alguém.

6 dicas que te ajudarão a pedir um reajuste salarial

Primeiramente, faça uma análise de tudo o que foi exposto e coloque todas as ideias no papel. Não adianta chegar na sala do seu chefe com apenas uma proposta e sem nenhuma justificativa. Então para que você esteja preparado para conseguir o seu aumento, anote todas as perspectivas possíveis e os argumentos que serão apresentados para que o seu pedido seja um sucesso!

1 – Você realmente merece um aumento?

É realmente bem difícil encontrar alguém que não queira um aumento ou que não se julgue merecedor. Porém, a resposta para essa pergunta deve estar voltada para a visão que a empresa tem sobre o seu trabalho. Considere o seu histórico, resultados, visibilidade, relacionamento com os colegas e nível de importância dentro do negócio, para então saber que valerá a pena o esforço.

2 – Se prepare!

Sabe aquele frio na barriga que você sente quando tem que apresentar algo sobre um assunto que você não domina? Pois é, se você quer ter o seu aumento no final da conversa, isso não pode acontecer. É lógico que não tem como controlar o seu nervosismo quando for falar sobre isso com um de seus chefes, mas estar despreparado não é uma opção!

Portanto, pesquise sobre a base salarial para fazer uma comparação com o seu atual salário. E não se esqueça, escolha o momento certo para conversar com o gestor, ou seja, entenda as possíveis dificuldades da empresa e apresente os seus pontos em cima desses aspectos.

3 – Prepare o seu chefe

Ter uma conversa dessas requer que o seu chefe esteja ciente e também se prepare. Se você for conversar com ele sem o seu conhecimento, a tendência é que ele diga não. Fale com ele e diga que você precisa falar sobre o assunto e marque uma reunião para que seja possível expor os seus pontos e que ele consiga te responder a altura.

4 – Conduza a conversa de maneira construtiva

Não se esqueça que você não pode estragar o relacionamento com o seu chefe, por isso conduza a conversa de uma maneira tranquila e preste atenção nas reações dele para que saiba qual caminho seguir. A conversa precisa ser construtiva para que vocês consigam decidir juntos qual o caminho mais viável. É preciso medir as palavras e entender que as palavras erradas podem colocar o seu emprego em risco.

5 – Pense em outros benefícios além do financeiro

O salário não é o único fator que está ligado a satisfação no trabalho. Caso a empresa esteja passando por um momento difícil, ficar batendo na mesma tecla sobre um aumento salarial não é uma boa estratégia e pode fazer com que o seu pedido seja negado. Existem outros benefícios que podem não são prejudiciais a empresa e podem ser benéficos para você, como: maior flexibilidade, trabalho remoto, upgrade no plano de saúde, banco de horas, pagamento de cursos, melhor descrição do cargo e possibilidade de novos projetos. Pense a respeito.

6 – Não desista!

Não seja chato também, mas não trate um possível não como definitivo. Decisões de aumento salarial geram alterações diretas na folha da empresa e podem criar desconforto com outros colaboradores. Por isso, não se esqueça de tratar o pedido como uma negociação com várias etapas.

Conclusão

Logicamente que todo mundo quer receber um aumento salarial, mas a grande maioria não está preparada para sentar e abrir uma conversa sobre o assunto. Por isso, é muito importante ficar atento a todas as movimentações do mercado e da sua empresa para que quando você achar que merece um aumento, tenha os argumentos certos ao seu lado.

Mas não se engane e ache que será um processo fácil apenas porque você tem números que te amparam. Como um jogo de xadrez, é preciso ter paciência com um assunto desses e fazer por valer o pedido. Então não se esqueça de todas as dicas e vá atrás do seu dinheiro!

Tenha agora mesmo o seu cartão BônusCred e compra onde você quiser! Basta nos mandar uma mensagem.

Outros Artigos

10 melhores aplicativos de finanças de 2019

Os aplicativos de celular já são uma realidade no nosso dia a dia, e não é diferente com a gestão financeira. Hoje, as pessoas têm...

Veja Mais

Qual a importância em economizar dinheiro?

Economizar dinheiro é tão essencial, porém as pessoas esquecem disso e acabam por não ir atrás de aprender. Não seja um deles!

Veja Mais

Cartões Private Label

Quer aceitar os cartões BônusCred em seu estabelecimento? Ou melhor ainda, já pensou em ter um cartão personalizado para sua loja?

Veja Mais