5 dicas para você não gastar tanto com o seu animal de estimação

02 de dezembro de 2019 às 16:39Artigos

Quem não gosta de ter um animal de estimação em casa, né? Eles trazem tanta alegria para o ambiente que não tem como não ter um por perto. No entanto, eles podem pesar bastante no seu bolso, se não houver cuidados.

Os nossos queridinhos merecem muito mais do que apenas o amor e carinho que a gente dá. Eles precisam de comida, banho, consultas no veterinário. A questão é que muitas vezes as pessoas se empolgam e acabam exagerando

Por isso, nós produzimos algumas dicas para te ajudar a cuidar bem do seu animalzinho e não estourar o orçamento.

1 – Não invente na hora de dar um brinquedo

Se você está aqui para economizar, coloque uma coisa em mente, o seu animal não precisa do que há de melhor para você comprar. Pode ter certeza, ele irá se contentar com o que ganhar.

Quantas vezes ele não destruiu o seu chinelo, o pé da cadeira, as almofadas ou até mesmo o sofá. Pois é, tem muitos que são atentados a esse ponto.

Portanto, não invente, procure por coisas simples e que durem por um bom tempo. Até porque, se tem uma coisa que os nossos amiguinhos gostam de fazer é destruir os brinquedos.

2 – Não gaste também com bebedouros e comedouros

Novamente, o seu animal não irá se importar com o recipiente em que ele comer e tomar água. Logicamente, existem os que são próprios para que eles comam, mas não é preciso pegar o mais caro.

Você tem noção do quanto é desnecessário gastar uma fortuna com um pote? Pois é, não precisa ir atrás de nada chique.

Existem aqueles que estimulam alguns animais a comerem, mas não precisa ser nada exagerado que fará com que você gaste todo o dinheiro que está na sua carteira.

Então, crie a consciência de que os animais não se importam tanto com essas coisas, por isso gostaram de tudo que você der.

3 – Diminua o número de banhos

Todo cachorro e gato merece o seu banho. Ainda mais quando eles são tratados com tanto carinho e voltam cheirosos e bonitos. Mas todo mundo sabe o custo que é mandar o animal toda semana para o pet shop.

Além disso, é um gasto totalmente evitável, já que é possível cuidar dele tão bem e em casa. Vai ser preciso um pouco de paciência, mas as vezes as contas merecem essa aliviada.

No entanto, pense que esse será um momento que você terá com o seu companheiro e que boas histórias poderão sair desses cuidados.

4 – Compare os preços

É sempre bom dar uma olhada em tudo o que os pet shops te oferecem e não apenas em um estabelecimento. Sempre procure pelos menores preços, mas preze pela qualidade.

É possível você conferir a qualidade da ração na própria embalagem, em que contém a quantidade de nutrientes e outras informações. Além disso, converse com um veterinário para confirmar com ele a qualidade.

Sempre é bom dar uma olhada em tudo o que há de diferente, dessa forma você conseguirá ter um panorama geral. Saberá quais são os locais que cobram mais caro e os que possuem preços mais acessíveis.

E isso serve para tudo, tanto para os estabelecimentos, quanto para os produtos que você irá comprar. Analise tudo o que puder.

5 – Sempre compre embalagens maiores

Os sacos grandes de ração barateiam o preço do quilo, além de durarem por um tempo maior até acabar.

Mas é preciso tomar cuidado com a validade dos produtos e procurar deixar eles em locais frescos e secos.

É possível até mesmo combinar com os seus amigos e aproveitar para comprar todo mundo junto e dividir os valores em mais gente.

Conclusão

Quem não quer dar tudo do bom e do melhor para o animal de estimação? Eles são tão importantes em nossas vidas que dar o que há de melhor para eles é apenas uma retribuição.

No entanto, através do conteúdo quisemos passar que não precisa parar de dar do melhor para o seu bichinho, mas que ele se contenta com o que lhe for oferecido.

Por isso, é tão mais fácil lidar com eles. Então, procure sempre por coisas com qualidade, mas que tenham um valor razoável e dentro da realidade. A verdade é que não adianta gastar horrores com os animais, gostar ou não, vai muito deles.

Precisa conversar com a gente, clique aqui e nos mande uma mensagem!

Outros Artigos

Educação financeira: Como ensinar as crianças?

Economizar não é o forte do brasileiro, mas começar a ensinar as novas gerações a importância é fundamental! Para isso, é preciso...

Veja Mais

Dezembro chegou, saiba se planejar!

Dezembro chegou e você só consegue pensar nas festas, não é mesmo? Esse é um erro muito comum, esquecer que dezembro é um mês como...

Veja Mais

5 rendas extras que ajudarão nas suas finanças!

Muitas pessoas tem problemas com suas finanças hoje em dia, não conseguem manter a conta no azul, estão com dívidas no cartão e não...

Veja Mais